quarta-feira, 13 de abril de 2016

Observatorio Astronomico da UFRN


Prezados professores,  alunos e Astro-Amigos. Boa tarde!

Gostaria de convidar todos (todas) os interessados (das)  para uma palestra/conversa  onde irei expor o projeto TELESCÓPIOS NA ESCOLA e o “Observatório Astronômico da UFRN". A palestra  será semana que vem na ECT (Escola de Ciência e Tecnologia) e Local e horário ainda serão divulgados.   

O projeto TNE ou Telescópio na Escola é um projeto Multi-INSTITUCIONAL de Extensão e Ensino de Astronomia podendo também contribuir com desenvolvimentos científicos específicos tais como robotização, por exemplo.  O projeto TELESCÓPIOS NA ESCOLA foi idealizado por volta de 2003 na Sociedade Astrônomica Brasileira (SAB)  na base   “Projeto Educacional em Ciências através do uso de telescópios robóticos”.  O Prof. Jafelice e o Prof Joel Carvalho, junto comigo  foram inicialmente os responsáveis.  Natal foi escolhida por critérios técnicos dos nossos pares e por isto recebeu o telescópio de 40cm que encontra-se no  departamento de Física, especificamente na minha sala.

Evidentemente  que o projeto não pretende alavancar ciência fundamental em Astronomia pois  profissionalmente utilizamos Telescópios no Chile (+ de 2500 m de altitude acima do mar),  Hawaii (4200m) ou no espaço em orbita da Terra. Telescópios com espelhos entre 2m e 4m de diâmetro (as vezes 8 metros) são os indicados para ciência de ponta.  Além disso não há nenhum observatório de pesquisa de ponta em solo brasileiro atualmente, portanto os TNE’s pelo Brasil não  são projetos voltados  para pesquisa fundamental em Astronomia  e sim  para Ensino e Extensão  das ciências. Na UFRN não será diferente e terá o mesmo sucesso já obtido em seis instituições pelo Brasil,  dentre as quais, USP, UFRJ, UFSC, UEPG.

O Projeto Educacional em Ciências através do uso de telescópios robóticos é parte do projeto
TELESCÓPIOS NA ESCOLA. E assim como em outras instituições Brasileiras a UFRN também possui seu Telescópio. O programa educacional  visa o ensino em ciências utilizando telescópios robóticos para a obtenção de imagens dos astros em tempo real. Os telescópios são operados remotamente através de uma página web, não necessitando de conhecimento prévio em Astronomia. O nosso projeto esta pronto e em breve será anunciado para toda a comunidade da UFRN. Aqui no link abaixo  alguns destaques do Projeto Arquitetônico do Observatório. "As atividades pedagógicas previstas objetivam desenvolver as habilidades e competências dos alunos no uso do método científico em projetos interdisciplinares, a partir de observações astronômicas, já que a astronomia é uma área interdisciplinar por excelência. Assim, os projetos pedagógicos deverão integrar as áreas de matemática (para correção de medidas, por exemplo), computação, física, química, história, geografia (com estudos sobre regiões e realidades sócio-culturais dos sítios de observação), antropologia (para estudos comparados sobre a diversidade cultural dos conceitos astronômicos), artes (representação simbólica e plástica de objetos astronômicos), mitologia, etc. Essas atividades terão níveis diferenciados de complexidade, que podem ser adequados aos vários graus do ensino e realidades regionais". 

A pagina BRASILEIRA do Projeto encontra-se em 


Existem 7 projetos aprovados e 6 estão em operação atualmente.  Todos os telescópios podem   inclusive ser operada remotamente por qualquer escola com acesso à internet e cadastrada na rede dos TNE. Temos os seguintes pontos pelo Brasil:


1) Na Universidade Estadual de Ponta Grossa o Observatório da UEPG localiza-se dentro do Campus.

2) Na Federal de Santa Cantarina  o Telescopio Localiza-se dento do Campus da UFSC.

3) Na UFRJ o telescópio localiza-se  Observatório do Valongo ao lado da Ladeira de São Pedro perto do clube Vasco da Gama onde está o  Departamento de Astronomia da UFRJ.

4) No Rio Grande do Sul o Telescópio fica na borda da lagoa no centro de Porto Alegre no  Observatório Astronômico Didático Capitão Parobé do Colégio Militar com altitude de  míseros 27m acima do mar.

5) No INPE o Telescópio fica nas margens da Via Dultra  nos jardins do INPE em São José dos Campos. Podemos ver quando passamos de carro na via expressa da Dultra.

6) Na USP o telescópio é idêntico ao nosso e localiza-se no Observatório Abrahão de Moraes  no município  Valinhos em SP. Talvez o único que não esta dentro de uma cidade típica como Natal.

7) Na UFRN o Telescópio ainda não esta em operação porém será instalada na Rua do Observatório próximo a ADURN  na duna  próxima ao reservatório de água.


Dentre outros, na palestra apresentarei o projeto em si,   assim como alguns desdobramentos recentes e as perspectivas do primeiro ano de operação.  Todos são bem vindos.





Localização do Observatório Astronômico da UFRN





Projeto Arquitetônico do Observatório Astronômico da UFRN




Abaixo, a visa isada observacional em situ em um dia típico de Sol na UFRN. Esta é pior de visada, mas mesmo assim apresenta escuridão suficiente e ausencia de prédios no horizonte. O caso oposto é é direto para Leste (dunas) que tem visada ainda melhor.


 


4 comentários:

  1. Parabéns a todos vocês, fico feliz pela atitude de todos. Educação é, e sempre será a saída de todas as mazelas de qualquer nação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato. Educação é praticamente a única saída.

      Excluir
  2. Excelente trabalho. Moro em Teresina -Piaui. Aqui não há observatório e nem telescópios públicos. Tudo nesta área do conhecimento estaria parada em nosso estado se não fosse um grupo formado por graduandos do IFPI e UFPI chamado GSS que tem se esforçado para popularizar o conhecimento científico. É um esforço hercúleo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Aluisio Amorim, é um prazer ficar sabendo do esforço dos graduandos do IFPI e UFPI. Recebemos aqui bons alunos do PI e espero que uma hora eles fortaleçam a ciência local e a popularização cientifica. Uma hora dessas irei por ai para um visita.

      Excluir